“Tabagismo ainda é ponto fraco nas políticas públicas e saúde coletiva”, pontua a presidente Ivanilda Brito.

“Tabagismo ainda é ponto fraco nas políticas públicas e saúde coletiva”, pontua a presidente Ivanilda Brito.

Campanha entrará no sábado!

Amanhã, comemora o Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Criado em 1986 pela Lei Federal 7.488, a data inaugura a normatização voltada para o controle do tabagismo como problema de saúde coletiva.

“Mostrar atitude em prol da saúde é o primeiro passo para termos vida saudável e cuidarmos de quem amamos, como a nossa família, pois quem fuma não percebe que eles sofrem muito”, disse a presidente Ivanilda Brito. O alerta vem após constatar nesta Pandemia da Covid19, que várias pessoas fumantes ativos e passivos ficaram com imunidade baixa.

Com a frase “Sem o cigarro sua vida é melhor”, algumas entidades (ONG, Setores da Saúde e sociedade civil) fortalecem a campanha contra o cigarro. De acordo com vários especialistas da área de educação física e nutrição, a prática de atividades físicas e boa alimentação é um bom começo para essa transformação em cada uma.

Para aproveitar o momento de valorização do seu eu, saúde e melhorar o humor, o esporte é o melhor aliado. Durante a Pandemia, diversas lives com práticas de exercícios em casa. “#VidaSaudável e #MostreAtitude são as hashtags com grande desempenho nas redes sociais.

Para isso, o SindsaúdeBahia através da Secretaria de Comunicação passa a conscientizar os servidores públicos pela prática de exercícios físicos, boa alimentação e solicita dos setores públicos atividades laborais, assim, começará a incentivar a transformação dentro e fora das unidades de saúde do Estado.

A associação desse tema com o controle do tabaco tem como objetivo potencializar o alcance dos seguintes objetivos:

  • Prevenção da iniciação – o esporte pode manter os jovens longe do tabaco pela preocupação em manter a boa saúde e por favorecer a socialização.
  • Apoio à cessação – a prática de atividade física é um aliado importante no processo da cessação do tabagismo.
  • Promoção de ambientes livres de fumaça do tabaco – disseminar a ideia de incoerência do uso de tabaco em locais utilizados para prática de esportes, assim como reforçar a implementação da legislação Nacional sobre ambientes livres de fumo (Lei12.547/11).

Postar um Comentário