Nem ivermectina, nem hidroxicloroquina, nem vitamina D ou qualquer outro medicamento tem comprovação científica no combate à Covid-19.

Nem ivermectina, nem hidroxicloroquina, nem vitamina D ou qualquer outro medicamento tem comprovação científica no combate à Covid-19.

A ivermectina, vermífugo de uso humano e veterinário, tem sido muito procurada nas farmácias como nova aliada no combate à Covid-19. Em alguns estabelecimentos, o estoque do medicamento está esgotado. Mas será que a utilização de ivermectina é recomendada?

A resposta é NÃO! Nem ivermectina, nem hidroxicloroquina, nem vitamina D ou qualquer outro medicamento tem comprovação científica no combate à Covid-19. Segundo Gúbio Soares, virologista e pesquisador da UFBA, o uso indiscriminado dessas medicações é um absurdo. Ele chama atenção para a necessidade de investimentos nas pesquisas na Bahia, para que se encontre uma resposta eficaz de imunização contra o vírus. Mas até que a tenhamos, não se automedique.

Queremos fazer um grande alerta: DESCONFIE de informações recebidas por WhatsApp. Confira no site do Ministério da Saúde a aba com todas as fake news que estão sendo circuladas. Além disso, precisamos entender que os dados são estatísticos, ou seja, temos uma noção de crescimento ou decréscimo da doença pelas pessoas que foram testadas, o que significa que o número de contaminados por ser maior. Por isso, não devemos minimizar a pandemia, porque o vírus continua circulando, e todo cuidado é pouco. O distanciamento social e a lavagem de mãos, continuam sendo os maiores remédios contra a Covid-19.

Cuide-se, e cuide do seu próximo!

Postar um Comentário