Assembleia Geral aprova paralisação de 48h

Assembleia Geral aprova paralisação de 48h

Uma nova assembleia foi realizada pelo Sindsaúde – Ba na última sexta-feira, 07 de junho, no auditório do Sinpojud.
Antes mesmo de iniciar a assembleia, a discussão sobre as pautas já estava acontecendo nos grupos de whatsapp, no salão e na sala de espera do zoom.
A proposta do sindicato é fortalecer a luta pelos direitos dos servidores públicos da saúde tanto nas unidades onde os servidores estão lotados, quanto no ambiente virtual.
Em formato híbrido, a assembleia durou 2h34min, quando houve o repasse referente às discussões que ocorreram na mesa setorial, e foi aprovado a continuidade do estado de greve, com mais uma paralisação de 48h, nos dias 26 e 27 de junho.
Como resultados da votação tivemos: 32,3% – Paralisação com estado de Greve de 24 hs no dia 26/06; 32,3% – Estado de Greve, sem paralisação; 35,5% – Paralisação com Estado de Greve de 48h nos dias 26 e 27 de junho, sendo essa última a proposta vencedora.
A mesa setorial de negociação terá o seu segundo momento de discussão no dia 26 de junho, na SESAB, com a presença de representantes do Sindsaúde – Ba e do governo, para darem seguimento às pautas encaminhadas pelo sindicato.
Durante a assembleia foram também abordados outros pontos.

1- Concessão e reajuste do Auxílio Alimentação: Concedido a todos os ativos, sendo R$ 286,00 para 30 horas e R$ 440,00 para 40 horas, retroativo a maio, a ser pago no contracheque de junho, mesmo em unidades que forneçam refeição aos servidores;

2- Formação do Grupo de Trabalho para discutir a recomposição salarial do servidor ;

3- Auxílio Transporte, deve ser solicitado pelo servidor, que arca com um percentual de 6% do salário base, sendo o restante complementado pelo governo.

O Sindsaude – Ba continua na luta! Vamos juntos na conquista da valorização do servidor!

Veja resumo da 1 reunião no vídeo anexo.

https://www.instagram.com/p/C743QUvpT5k/

Postar um Comentário