Ponto Facultativo #Suspenso

Ponto Facultativo #Suspenso

O Governo do Estado da Bahia indo na contra mão do pedido de isolamento, ontem, dia 16 de abril de 2020, no diário oficial, através do Decreto 19.642, no uso da atribuição com base do Art 105 da Constituição Estadual, considerando o Decreto 19.626, que declarou Estado de Calamidade Pública em todo território baiano.

Pode ser decretado na esfera municipal e estadual e dura até 180 dias. Acontece quando algum desastre, natural ou não, afeta uma região, comprometendo substancialmente seu poder de resposta. Esse status permite que o governo faça compras emergenciais sem a realização de licitações que ultrapasse as metas fiscais previstas para custear ações de combate ao problema.

“Estamos preocupados com nossos colegas servidores públicos da saúde, já entramos na justiça pedindo liberação imediata, dos servidores que estão nos grupos de risco. Não queremos mais vê colegas contaminas, morrendo meramente pelo fato da falta da sensibilidade do governo, se é direito? – coloca em prática, se não quer liberar então remanejar de uma forma que nos garanta que todos estejam seguros e salvos”, chamou a atenção a presidente do SindsaudeBa, Ivanilda Brito.

Mesmo do grupo de risco, Ivanilda pontua o atendimento on line para ajudar a todos os servidores públicos na Bahia. “Estamos na sede atendendo remotamente a todos e todas, são tantos e-mails e mensagens que há momentos tensos, pedimos compreensão a todos os colegas”, pontuou Ivanilda, mais deixou claro, “se é quarentena, ponto facultativo sim!”.

Ações diretas estão sendo feitas por toda a Bahia, além de vídeos conferências, ligações, whatsapp, redes sociais (facebook, instagram, twitter), outro meio que será aperfeiçoado será PodCast Saúde Servidor #SindSaúdeBa.

Postar um Comentário