A Comissão de Defesa da Divast/Cesat no Canela retoma,  a partir da divulgação do Projeto de Lei nº 24.160/2021 publicado no Diário Oficial do Estado de 13/05/2021, onde consta a venda do terreno onde está localizado o Cesat, o movimento de resistência da saúde do trabalhador no estado da Bahia, com o objetivo de dialogar sobre a situação atual do Cesat diante da perspectiva de mudança, desmonte gradual do ambulatório e contribuir na proposta para sua reformulação.

Sem discussão sobre a venda do terreno e sem proposta transparente para onde o serviço será relocado e em qual formato, teme-se pela desestruturação das ações desenvolvidas em defesa da saúde do trabalhador ao longo dos 33 anos de história desta Instituição, o que pode, por conseguinte, contribuir para o enfraquecimento desta política no Estado.

Os prédios históricos ocupados pela DIVAST/CESAT são patrimônio da sociedade baiana e abrigaram o Instituto Bacteriológico (1909-1911), o Instituto Oswaldo Cruz da Bahia (1916), O Instituto de Saúde Pública Professor Gonçalo Muniz (1949) e Fundação Gonçalo Muniz (Fiocruz).

A Divast/Cesat no Canela teve seus prédio requalificados recentemente com recurso público da Saúde do Trabalhador, agregam não apenas uma diretoria, mas sim um complexo de serviços voltados para a saúde e defesa dos trabalhadores, composto por centro de estudos, biblioteca, auditório para processos formativos, ambulatório assistencial especializado, núcleo de epidemiologia, núcleo de informação e comunicação, setor de vigilância de ambientes e processos de trabalho,  coordenação de gestão da rede, além de ser campo de estágio e de residência médica e de parceria com as Universidades e os sindicatos/entidades de representação de trabalhadores. O acervo produzido por esta Instituição é de relevância para órgãos nacionais e internacionais.

Neste sentido, a Comissão e o Sindsaúde estão mobilizados em defesa do patrimônio histórico, político e cultural pela permanência da Divast/Cesat em sua sede no bairro do Canela, a ser realizado no dia 06/06/2022, das 13h30 às 17h.

Convidamos os Sindicatos, trabalhadores da Divast/Cesat, Gestores, Movimentos Sociais, Universidade e todos os trabalhadores a participarem do Seminário.

Postar um Comentário